|   www.linadocarmo.de   

Dance in Education - Dança em Escolas

Para Lina do Carmo a Dança na Educação é um eixo especial. A sua convicção de que a dança pode transformar e fortalecer o ser humano lhe motiva a compartilhar sua experiência com os outros.

Lina ensina às crianças que elas são criadores. Simplesmente devem tentar esquecer muitos estereótipos sobre si e os outros, como por exemplo, as informações recebidas pela televisão.

Ao lado da alegria e divertimento, todas as coisas boas que se ganha na experiência da dança são três:

  • Concentração (concentrar-se em sim-mesmo)
  • Auto-controle (o instinto, o coração e o espírito em equilíbrio)
  • Presença (manter calma interna e externa). Daí podemos experimentar com consciência a energia do movimento.

Assim aprendemos a melhor perceber o corpo, as emoções e o intelecto, ganhando harmonia no comportamento social e felicidade espiritual.

As crianças são almas completas em corpos pequenos. Como uma árvore que já traz tudo que precisa para a vida em si-mesma, elas precisam somente das experiências certas para integrar os valores reais na vida diária e poder criar de sua própria fonte interna de conhecimento.

Metodologia:

Nós vivemos em um tempo totalmente novo, no qual a dança re-descobre a quintessência na nossa sociedade e o pedagogia de Lina do Carmo faz um Link com as necesidades atuais: ela propõe viver algo substancial e energético, através de uma estética nova do corpo e emoção.

Lina é entusiasta de trabalhar em parceria, compartilhando diversos PROJETOS.

Nas aulas ou na experiência coreográfica eu vejo as crianças como personalidades independentes. Elas são tratadas e aceitas incondicionalmente. É importante dar-lhes o respeito, a atenção e a responsabilidade. Estas são regras importantes para um relacionamento construtivo e pacífico uns com os outros e também desperta uma atitude responsável para com o meio ambiente.

A dança constroi auto-conhecimento: Lina compara seu trabalho como um laboratório – As crianças aprendem a si levar (elas mesmas) a sério e investigar. A arte da dança é portanto bem qualificada para isto porque influencia não somente o corpo mas igualmente o ser humano de forma holística e levando as pessoas a si conectarem consigo mesmas. As crianças são totalmente intuitivas e sentem o que acontece ao redor delas. Elas têm antenas sensíveis. Assim viveciamos com num laboratório de dança e nos permitimos investigar à nós mesmos.

Eu tento sempre conectar a dança com outras coisas, pois eu acho que isto enriquece a dança…

Com crianças de um contexto de migração eu me engajo com prazer, porque elas têm uma sede mais forte de serem vistas e de praticar. Estas crianças têm muita energia. Para elas participarem de um projeto é uma possibilidade de serem privilegiadas, e ganham com isto um bom impulso! Para mim é uma rica possibilidade de incluir algumas chaves para transformação no processo delas.

Experiência do processo: se alguém deixou de viver „algo“ isto irá lhe faltar sempre!

Desde que eu iniciei o trabalho com crianças e jovens, deu-se uma grande mudança em minha posição como artista: Eu tornei-me totalmente despreendida do ego. E eu penso que é a única maneira de realmente atingir a missão. Em cada projeto aprendo algo a mais!

Artigos

Infodienst - Eigene Lebenserfahrung gefragt

Infodienst - Eigene Lebenserfahrung gefragt

447314 byte - 1400 x 1123 pixel - 300dpi

Click...

180 Drehung
Kölner Philharmonie - Tanzunterricht
edivaldo
lev.marie