|   www.linadocarmo.de   

Dança Contemporânea

A dança e espírito são para Lina Carmo inseparáveis, atrelados um ao outro. Sua metodologia „Movimento Orgânico“ estabelece uma livre e criativa conexão entre os rituais de dança de tradições indígenas, afro-brasileiro e as técnicas contemporâneas do movimento na Europa. Também o gestual do movimento da vida cotidiana emerge no seu trabalho. Esta fisicidade universal reflete a própria origem e empresta a linguagem para a expressão da alma.

Lina do Carmo comunica a dança como uma experiência divina, com os traços das culturas primordiais e seus ritos arcaicos. A busca da espiritualidade na dança está profundamente enraizada tanto nos nativos do Brasil, como nos iogues da velha India ou igualmente nas tradições ocidentais. Ela cria links também com os Métodos de Kundalini Ioga, de Gurdjieff-Movements e Energetic Bodywork, adaptando estas fontes no mundo atual. Mesmo se o movimento e gestual das danças emergem de diferentes religiões e raizes étnicas, a essência é em toda parte a mesma: esforçando-se pela harmonia que atua como cura para o corpo e a mente do ser humano. Esta extensão reflete o seu grande background.

10 princípios transmitidos em suas Aulas

• ao pisar, saltar, cair, deitar sobre a Terra deve ser feito com respeito e Amor.
• cada pequeno ou grande movimento tem o mesmo valor e deve corresponder a uma determinada respiração. O corpo sabe disso.
• todo movimento ou gesto deve estar relacionado com os centros energéticos do corpo instintivo, emocional e mental.
• preservando o silencio interno irradiamos paz e usamos a nossa energia com maior inteligência.
• a presença começa com uma boa concentração e clareza no olhar que tem uma visão inclusiva ou perisférica.
• divindindo nosso Ser interno e externo podemos econtrar um ponto de equilíbrio e troca com o mundo sem que nele nos desconectemos do nosso centro.
• use a força mas com muita flexibilidade para que seja uma fonte infinita de movimento.
• cada corpo é um universo em si, porém somos todos iguais.
• todo movimento deve servir para o auto-conhecimento e conceder um retorno a si-mesmo.
• as leis que regem a dança são as mesmas que sustentam o cosmos.

Click...

linaulaüpiauí
linasalto
aulaufbha