|   www.linadocarmo.de   

interarts festival interartes

 

“O ambiente do Parque Nacional Serra da Capivara é um templo de poderosa beleza arcaica, um lugar de imensas potencialidades que já contribuem na evolução do conhecimento humano. Todas as comunidades e principalmente as crianças e jovens dessa região brasileira merecem o apoio social e cultural para que consigam exercitar suas cidadanias e ideais futuros; sair da margem”.
(Lina do Carmo)

 

um pouco da história

FESTIVAL INTERNACIONAL SERRA DA CAPIVARA

A idéia deste Festival nasceu do convite da arqueóloga Dra. Niède Guidon, diretora presidente da FUMDHAM à coreógrafa Lina do Carmo para apresentar no Anfiteatro Pedra Furada (agosto de 2000) o seu solo-dança “CAPIVARA”, já aplaudido em inúmeros festivais na Europa e no Brasil. O encontro no local da pesquisa coreográfica da artista piauiense foi um sucesso absoluto – tanto pela qualidade do trabalho apresentado como pela magicidade do mesmo. Também este local foi marco inicial da Comemoração dos 500 anos do Brasil, com a presença do então Presidente da República, Sr. Fernando Henrique Cardoso, em novembro de 1999.

O resultado deste primeiro evento que tocou no entusismo das comunidades da região, crianças, jovens dos Centros de Educação Ambiental e visitantes, formando uma platéia em torno de 700 espectadores, proporcionou a criação de condições básicas para exibição do produto teatral, o espetáculo, sendo fundado um ponto de luz permanente.

O idealismo prático de Niède Guidon e Lina do Carmo e, o entusiasmo participativo da comunidade local, fez com que nos mobilizássemos para proporcionar outros momentos de interação do ser humano com a natureza através da arte neste mesmo lugar. Esta foi a primeira pilastra que entusiasmou a comunidade do entorno do Parque e Lina do Carmo partiu para a concepção de um festival internacional de artes.

Pelo sucesso dos desempenhos da FUMDHAM (Fundação Museu do Homem Americano), principalmente pela grande aceitação local, estamos nos propondo a realizar esse projeto, acreditamos que mudar o quadro do Sertão Nordestino é simples, basta confiar e trabalhar com a interação dos seres, respeitando toda sua integridade, dando oportunidade para novas frentes culturais, fazendo desse evento eco-arte um modelo assim como, depois de muitos anos de batalha, o Parque Nacional Serra da Capivara o é.

Objetivos

O objetivo deste evento é promover a expressão da identidade cultural do Parque Nacional Serra da Capivara para o mundo, inspirando a proteção desse ambiente natural e cultural. Para isso a sensibilidade de apreciação do homem (visitantes e habitantes da região é indispensável. Tal evento propomove integração social numa platéia que abrange tanto as populações simples dos arredores do parque como os diversos visitantes do Brasil e do mundo.

Pretende-se implantar anualmente um festival internacional, que abrange: dança, teatro visual, música, oficinas interdisciplinares e Conferências arte e ciência. O conceito trata de inserir ao ambiente visual da natureza pré-histórica o caráter performático artístico contemporâneo (acústico e visual), que trazendo do mercado cultural do mundo produtos de raras sensibilidades.

Acreditamos que o Anfiteatro Pedra Furada, palco ritual do homem pré-histórico, tenha vida livre, retorne a ser um espaço cênico que encante o mundo, palco mítico que envolve a humanidade. Em uma utilização espacial e temporal desta região inquietante, onde esbarramos com vestígios imemoriais da origem do homem, nasce FESTIVAL INTERARTES. É um orgulho para nós, brasileiros, sermos protetores do maior acervo arqueológico do mundo.

A Direção Artística

 

Get the Flash Player to see this player.

Click...

Festival Interartes
Festival Interartes
Festival Interartes
Festival Interartes
Festival Interartes
Festival Interartes
Festival Interartes

Imprensa

Festival é marco no Piauí

Festival é marco no Piauí

339136 byte - 1300 x 1030 pixel - 300dpi